terça-feira, 17 de setembro de 2019

Comissões técnicas agilizam tramitação de projetos em Itabuna


As Comissões Técnicas do Legislativo Itabunense opinaram favoravelmente em quatro projetos de leis nessa segunda, 16. Atualmente, oito matérias aguardam parecer dos relatores no colegiado antes de subirem para a votação no Plenário. 

O presidente da Comissão de Legislação, Robinho, informou que seguirá o trâmite regimental, dando agilidade à apreciação das matérias. Na reunião passada, os vereadores acompanharam os relatores Pastor Francisco e Júnior Brandão em dois projetos de cunho meritório. 

De iniciativa, respectivamente, de Brandão e Ricardo Xavier, os projetos de leis transformam o Coral Cantores de Orfeu – da Igreja Católica – e o Grupo de Teatro Vozes em patrimônio imaterial de Itabuna. Pastor Francisco e Babá Cearense manifestaram-se a favor de duas propostas sobre denominação de logradouros públicos: a de Júnior Brandão que denominou de Jorge Amado a Rua B do Bairro Jardim Grapiúna; e a de Aldenes Meira que propôs o nome “Carlito do Sarinha” – ex-vereador falecido em junho de 2019 – para a passarela sobre o Rio Cacheira.

Carro e moto colidem no centro da cidade em Itabuna

Na tarde desta terça-feira (17) um acidente congestionou o trânsito em frente ao Shopping Popular de Itabuna. O fato aconteceu por volta das 14h50 próximo a praça José Bastos, momento em que uma moto colidiu com um carro de placa OZR 2H84. 

O motociclista foi socorrido pelo SAMU, e agentes de trânsito da SESTTRAN se dirigiram ao local. A equipe do Verdinho tentou contato com o Sesttran, mas os agentes ainda não retornaram à base com mais detalhes. Não há informações sobre a identidade dos envolvidos e a causa do acidente.

Raquel Dodge deixa comando da PGR nesta terça; interino assume

Foto: José Cruz / Agência Brasil
Após dois anos de mandato, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, deixará o posto nesta terça-feira (17). A partir de então, o subprocurador Alcides Martins, vice-presidente do Conselho Superior do Ministério Público Federal (MPF), vai assumir o cargo interinamente. 

Martins ficará no posto até que o Senado avalie o subprocurador baiano Augusto Aras, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) para exercer a função pelos próximos dois anos. 

De acordo com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), Aras deve ser sabatinado na próxima semana. Na sequência, os parlamentares vão votar para aceitar ou rejeitar a indicação.

Itabuna: homem dá entrada no Hospital de Base após ser baleado no bairro Fonseca

Na noite desta segunda-feira (16) uma guerra de facção resultou em uma tentativa de homicídio. Danillo Pereira Lins, de 25 anos, foi baleado durante uma troca de tiros entre facções criminosas no bairro Fonseca, em Itabuna. 

Danillo, que é morador do Fonseca, foi socorrido para o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, aonde se encontra internado até o presente momento. O tiro atingiu o rosto de Danillo, deslocando o seu maxilar. O estado de saúde da vítima é grave. Não há informações sobre a autoria do crime.

Carro capota e trava o trânsito na avenida Beira Rio


No final da tarde desta segunda-feira (16), um grave acidente travou o trânsito na avenida Beira Rio, em frente ao Shopping de Itabuna. 

Um veiculo Siena Fire Flex capotou, após se chocar com uma caçamba GPZ-5375, que presta serviço a Emasa. Três pessoas ficaram feridas e o trânsito travou, já que o local, no horário, o movimento de veículos é muito carregado. 

O condutor do Siena ficou preso nas ferragens e foi preciso a intervenção do Corpo de Bombeiros para retirá-lo. 

Todos os feridos foram conduzidos pelo Samu 192 ao Hospital de Base com ferimentos leves. Segundo populares, o motorista do carro pequeno passou mal e bateu na caçamba.

Novo laser produzido na Bahia inova no ramo da nanotecnologia

Em um momento no qual o investimento na ciência está cada dia mais escasso, cientistas buscam novas formas para continuar trabalhando no país. É neste cenário que o pesquisador da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Helinando Pequeno, junto ao seu grupo de pesquisa, em parceria com a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), está desenvolvendo um novo tipo de laser flexível que conta com baixo valor de produção e poderá servir à toda área de engenharia, medicina, entre outros.

O laser, que pode ser utilizado para esterilizar equipamentos, e possui diversas outras funções, foi baseado em estudos de nanotecnologia, através de uma técnica conhecida como eletrofiação. O cientista explica que a ideia vem para oferecer um material que seja mais eficiente, mais versátil e mais econômico.

 “A vantagem principal está no custo da produção, pois a matéria-prima utilizada é mais barata em comparação a que é aplicada por outros laboratórios e ainda permite produzir uma quantidade alta do material”, afirmou Helinando. Em uma linguagem mais técnica, o profissional explica que buscou melhorar o limiar da emissão de laser através de nanoprismas de prata nas fibras. 

Segundo ele, isso representa um bônus numa estrutura opticamente ativa. “Em trabalhos anteriores, já havíamos produzido dispositivos para armazenamento de energia, à base de materiais flexíveis e de baixo custo, como o algodão e a celulose, até que decidimos nos unir ao grupo de óptica não linear e fotônica da UFPE e passamos a produzir novos sistemas com emissão laser”.

Itabuna terá Núcleo de Monitoração de Pessoas com tornozeleiras eletrônicas


Será inaugurado hoje, às 14 horas, no Salão do Júri do Fórum de Itabuna, o Núcleo de Monitoração de Pessoas, uma unidade de inteligência que irá monitorar, em tempo real, pessoas que fazem uso de tornozeleiras eletrônicas na Comarca de Itabuna. 

 O núcleo será inaugurado pela desembargadora-corregedora do Tribunal de Justiça da Bahia, Lisbete Maria Teixeira Almeida Cezar Santos, e pelo secretário de Administração Penitenciária e Ressocialização, Nestor Duarte. 

O uso de tornozeleiras eletrônicas permitirá o controle de deslocamentos das pessoas submetidas a essa medida, em tempo real, e é um avanço para garantir o fiel cumprimento das penas.

segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Novo laser produzido na Bahia inova no ramo da nanotecnologia

Em um momento no qual o investimento na ciência está cada dia mais escasso, cientistas buscam novas formas para continuar trabalhando no país. É neste cenário que o pesquisador da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Helinando Pequeno, junto ao seu grupo de pesquisa, em parceria com a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), está desenvolvendo um novo tipo de laser flexível que conta com baixo valor de produção e poderá servir à toda área de engenharia, medicina, entre outros. 

O laser, que pode ser utilizado para esterilizar equipamentos, e possui diversas outras funções, foi baseado em estudos de nanotecnologia, através de uma técnica conhecida como eletrofiação. O cientista explica que a ideia vem para oferecer um material que seja mais eficiente, mais versátil e mais econômico. “A vantagem principal está no custo da produção, pois a matéria-prima utilizada é mais barata em comparação a que é aplicada por outros laboratórios e ainda permite produzir uma quantidade alta do material”, afirmou Helinando. 

Em uma linguagem mais técnica, o profissional explica que buscou melhorar o limiar da emissão de laser através de nanoprismas de prata nas fibras. Segundo ele, isso representa um bônus numa estrutura opticamente ativa. “Em trabalhos anteriores, já havíamos produzido dispositivos para armazenamento de energia, à base de materiais flexíveis e de baixo custo, como o algodão e a celulose, até que decidimos nos unir ao grupo de óptica não linear e fotônica da UFPE e passamos a produzir novos sistemas com emissão laser”. 

A expectativa é que no futuro a comunidade científica possa contar com um laser ecologicamente viável que retorne para a natureza sem agredir o meio ambiente. De acordo com o pesquisador, o grupo já está aprimorando o sistema para atingir este patamar. O projeto, que também já deu origem a alguns protótipos de laser em casca de ovo, ganhou notoriedade por meio de publicação recente na Scientific Reports, periódico de acesso aberto da Nature, revista científica britânica reconhecida mundialmente dentro do setor. Bahia Faz Ciência 

A Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e a Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb) estrearam, no dia 8 de julho, o Bahia Faz Ciência, uma série de reportagens sobre como pesquisadores e cientistas baianos desenvolvem trabalhos em ciência, tecnologia e inovação de forma a contribuir com a melhoria de vida da população em temas importantes como saúde, educação, segurança, dentre outros. 

As matérias serão divulgadas semanalmente, sempre às segundas-feiras, para a mídia baiana, e estarão disponíveis no site e redes sociais da Secretaria. Se você conhece algum assunto que poderia virar pauta deste projeto, as recomendações podem ser feitas através do e-mail comunicacao.secti@secti.ba.gov.br.

Bombeiros afirmam que Central de Abastecimento ´não tem condições ideais´


Na manhã da segunda-feira (16), uma Audiência Pública discutiu soluções para demandas referentes à Central de Abastecimento do Malhado. Na pauta das discussões com as diversas categorias de trabalhadores/ trabalhadoras, comerciantes e pequenos produtores da Agricultura Familiar estavam as condições de trabalho que podem ser melhoradas no aspecto físico, elétrico, hidráulico, de higiene e de acesso deste importante equipamento do município. 

Os participantes, em sua maioria feirantes, sinalizaram várias situações que dificultam o cotidiano na unidade como, por exemplo, a falta de segurança, a necessidade de revisão das partes elétricas e hidráulicas do local, maior efetividade por parte da Guarda Civil Municipal, coleta e reaproveitamento de resíduos, restruturação da área denominada ‘Malvinas’ e acessibilidade dentro e no entorno da Central. Houve unanimidade nas falas em desejar melhorias para o local tanto para os feirantes como para o consumidor. 

Os representantes do poder público municipal afirmaram que há empenho por parte do Executivo Municipal para melhorar a Central de Abastecimento, mas os desafios são inúmeros e que dentro da possibilidade orçamentária, aos poucos, o trabalho emergencial será realizado no local, com o propósito de diminuir riscos para feirantes e clientes, garantindo reformas e pequenas construções na infraestrutura. 

Para o Corpo de Bombeiros, a feira não está em condições ideias de segurança e a corporação está disposta a colaborar com os feirantes, através de direcionamento com informações sobre incêndio e pânico e as formas de sair dessa situação por meio de rotas de saída. Após a audiência, um documento será produzido com as principais demandas do participantes e será enviado para os órgãos competentes para que sejam atendidas as solicitações.