domingo, 6 de agosto de 2017

Megaoperação no Rio termina com 3 mortos, 24 presos e 21 carros apreendidos

Operação Onerat, no Rio de Janeiro, visava combater roubo de carga e tráfico de drogas... - 
Uma megaoperação no Rio de Janeiro desde a madrugada deste sábado (5) terminou com três suspeitos mortos, 24 detidos e 21 carros apreendidos. Batizada de Operação Onerat, a ação na zona norte tinha como objetivo o combate ao roubo de cargas e ao tráfico de drogas. Um policial morreu em um acidente de trânsito durante a ação. 

A operação, parte da segunda fase do Plano Nacional de Segurança, envolveu tropas das Forças Armadas (3.600 do Exército e da Marinha), 360 policiais civis, 256 homens da Força Nacional de Segurança, 574 policiais militares, 115 policiais rodoviários federais e 26 policiais federais. A ação foi focada na região do Complexo do Lins e nas comunidades Camarista Méier e São João, na zona norte carioca, e no Morro da Covanca, na zona oeste. 

  Mortes, presos e apreensões 

 Militares com roupas camufladas se posicionaram desde cedo nos acessos ao complexo do Lins, com as armas prontas para disparar. Carros blindados e jipes bloqueavam o acesso ao local, onde quem entrava ou saía era submetido a controles de identidade, buscas por armas e revistas de pacotes. 

Moradores contaram que a chegada das tropas os acordou. "Há um clima de tensão e medo. Quase ninguém conseguiu ir trabalhar", relatou Vanuza Barroso da Silva, de 23 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário