YOUTUBE

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Governador diz que empréstimo de R$ 600 milhões vai 100% para interior da Bahia

O governador Rui Costa revelou, nesta entrevista coletiva, em quê será aplicado o dinheiro do empréstimo (Foto: Evellin Portugal/Diário Bahia)
Por decisão da Primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Bahia, o Banco do Brasil deverá ser obrigado a liberar o empréstimo de R$ 600 milhões contratado pelo estado da Bahia. Três dias antes, o Diário Bahia havia perguntado ao governador Rui Costa, durante entrevista coletiva no Hospital Regional Costa do Cacau:

Qual a primeira obra a sair do papel com o empréstimo de R$ 600 milhões até então emperrado? – indagamos. “100% desse dinheiro é para o interior da Bahia. Para escolas, alguma coisa para saúde e o grosso do dinheiro para estradas estaduais, inclusive aqui dessa região, como a de Coaraci”, adiantou Costa. 

Ele acrescentou que muitas obras, sobretudo as de cunho social, já vêm sendo iniciadas com recursos próprios – até que fosse definitivamente resolvido o imbróglio sobre o empréstimo. É o caso do início da construção de um Colégio Militar em Jequié; de colégios estaduais em Lajes dos Negros, uma comunidade quilombola, e em Monte Santo. Esses dois últimos funcionavam em instalações precárias. 

A determinação A Primeira Câmara Cível, com a referida decisão, julgou procedente um Agravo de Instrumento impetrado pela Procuradoria Geral do Estado. Um argumento utilizado pela PGE é que o citado empréstimo foi contratado em decorrência de atividade econômica com recursos daquele Banco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário