YOUTUBE

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Erro de cálculo obriga empresa a refazer passarela em Itabuna

O cidadão Itabunense foi pego de surpresa neste domingo (17), com a retirada da estrutura metálica da passarela que está sendo construída sobre o Rio Cachoeira. A base de aço foi construída pela Minas Aço Montagens Industriais e Serviços Ltda. - EPP, empresa ganhadora da licitação. 

De acordo apurou o Blog Ipolítica, a retirada foi em função da posição da rocha onde foi implantado o pilar mudou-se o comprimento da viga, ou seja, a estrutura metálica ficou menor que a estrutura de concreto. Em virtude disso, o serviço terá que ser corrigido pela Minas Aço. 

A obra, que custou R$ 1.275.288,10, aditivado em 26 de setembro, chegou a ser paralisada pelo Ministério Público do Trabalho – MPT para correções visando garantir a segurança dos operários. O blog tentou contato com a empresa, mas as mensagens não foram retornadas. Resta agora saber quem realmente errou: O aço, ou o concreto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário